segunda-feira, 6 de junho de 2011

Bolsonaro: intenção é travar pauta da Alerj para votar libertação de bombeiros


Rio - O deputado estadual Flávio Bolsonaro (PP) afirmou, nesta segunda-feira, que a intenção é travar a pauta da Assembléia Legislativa (Alerj) para hoje para que seja votada a libertação imediata de 439 bombeiros presos após a invasão do quartel central da corporação no sábado.

Para Bolsonaro, o momento não é mais para reivindicação salarial e sim garantir que os colegas manifestantes sejam libertados. Os deputados ainda não se reuniram para votar o assunto.

Aproximadamente 300 bombeiros fazem uma manifestação e continuam acampados nas escadarias da Assembléia Legislativa (Alerj), no Centro do Rio. Além de pedir a libertação dos companheiros, os militares também reivindicam melhores salários. Os bombeiros estão sob custódia nos quartéis de Charitas e Jurujuba, em Niterói, na Região Metropolitana.

O protesto incluiu carro de som e os bombeiros distribuíram faixas vermelhas e pretas a motoristas e transeuntes que aderiram a manifestação. Os bombeiros passaram a noite em frente à Alerj e, nesta segunda-feira, montaram barracas onde foi servido um café da manhã. Seguranças da Câmara pediram para que os manifestantes retirassem parte do material de protesto para que o acesso ao prédio da Assembléia fosse liberado.

Manifestação em diversos bairros do Rio Mulheres de membros do Corpo de Bombeiros fizeram uma manifestação em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio, pela manhã. O protesto ocorreu na Avenida Cesário de Melo, altura da Rua Augusto de Vasconcelos, centro do bairro. Dezenas de manifestantes seguiram para o Hospital Rocha Faria e para o quartel dos bombeiros de Campo Grande.

O Centro de Operações da Prefeitura informou também que outra manifestação em favor dos bombeiros bloqueia uma faixa da Avenida Ayrton Senna, na Barra da Tijuca, sentido praia altura do número 2541. O trânsito está lento no local. CET-Rio e GM atuam para tentar aliviar o tráfego. Na Penha, cerca de 50 militares fizermam o mesmo: interditaram uma faixa da pista lateral de subida e uma faixa da pista do meio, também sentido Zona Oeste. O objetivo era subir o Viaduto Lobo Júnior, na Penha, e seguir para quartel do bairro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário