segunda-feira, 6 de junho de 2011

Bombeiros do Rio recebem apoio dos Estados Unidos

Bombeiros de quartel dos EUA exibem cartazes de apio aos manifestantes do Rio de Janeiro (Foto: Divulgação)Moradores dos EUA exibem cartazes de apio aos manifestantes do Rio de Janeiro (Foto: Divulgação)

A mobilização dos bombeiros tem recebido manifestações de apoio de vários quartéis do Rio e até de outros países. Moradores dos Estados Unidos enviaram para as lideranças do movimento uma foto exibindo cartazes de apoio aos manifestantes. A mensagem diz que "os bombeiros do Rio de Janeiro precisam de ajuda".

Presidentes de associações de Bombeiros do Rio e Minas Gerais, além de um representante da Central Única dos Trabalhadores (CUT) de São Paulo estão se reunindo nessa manhã na sede da instituição no Rio. O objetivo é discutir uma forma de formalizar a abertura de um canal de negociação com o comando do Bombeiros.

Além de vários quartéis do Rio, manifestantes também receberam apoio de bombeiros americanos (Foto: Divulgação)Além de vários quartéis do Rio, manifestantes também receberam apoio de americanos (Foto: Divulgação)

"Essa reunião das associações é para que possamos organizar uma pauta única e abrir esse diálogo com o comandante-geral, coronel Sérgio Simões. Estou otimista de que a gente consiga realizar esse encontro hoje ainda", disse o presidente da Associação de Cabos e Soldados dos Bombeiros do Rio, Nilo Guerreiro.

Um comentário:

Jorge Gerônimo Hipólito disse...

O novo Comandante dos Bombeiros disse em entrevista que está aberto ao dialogo e afirmou sobre a possibilidade de oferecer 400 vagas (concurso) para Cabos. Talvez esta seja a proposta de se conseguir aumentar salários. O problema é que nem todos os soldados teriam condições de prestar o concurso, óbvio, por conta de "N" circunstâncias. Nesse sentido, o ideal seria que todos fossem oficiais, no entanto, também impossível. Ora, eu fiquei torcendo para que o Comandante dissesse: o governador concorda em repassar os índices de inflação dos últimos cinco anos. Percebam que já provocaria motivação, todavia, ainda assim não caracterizaria aumento, mas sim a recuperação em parte do poder de compra. Vamos lá Governador Sérgio Cabral faça a proposta, assim todas as vezes em que o senhor e a população fluminense ouvirem a sirene das viaturas do resgate, saberão que ali há trabalhadores contentes.

Postar um comentário