sábado, 25 de junho de 2011

Bombeiros do Rio vão a Brasília para pedir o apoio de Dilma Rousseff

Um grupo de 500 bombeiros do Rio de Janeiro planeja angariar uma luta importante em sua batalha pela anistia e melhores condições de trabalho no estado: a presidente Dilma Rousseff. Líderes do movimento já conseguiram o aluguel de dez ônibus para levar uma caravana até Brasília para tentar falar com a presidente. A intenção da medida e ganhar o apoio de Dilma na luta e acelerar a anistia penal e administrativa da categoria.

No próximo domingo (26), os bombeiros estarão no Aterro do Flamengo colhendo assinaturas para um abaixo-assinado que será encaminhado à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). A iniciativa visa pressionar a casa a votar a anistia administrativa, já que o Senado já aprovou apenas anistia penal dos bombeiros, que diz respeito aos crimes previstos no Código Penal Militar. A administrativa, por sua vez, livraria de qualquer punição os militares que invadiram o quartel-general da corporação, no começo do mês.
Doação de sangue

Em outra ação a favor da anistia, realizada na manhã desta sexta-feira, cerca de 200 bombeiros foram ao HemoRio doar sangue. Ao todo, 35 litros de sangue foram colhidos.

"A anistia ter passado na comissão do Senado foi uma grande conquista, mas ainda falta um caminho maior a ser percorrido pela anistia administrativa", disse um bombeiro preso que preferiu não se identificar.

Fonte: JB Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário