sexta-feira, 17 de junho de 2011

A negociata das UPAs por trás do inchaço do efetivo dos Bombeiros


Fico até surpreso que O Globo nesse caso tenha resolvido mostrar a verdade, que, aliás, vocês sabem, eu venho dizendo há muito tempo. Há dois dias já tinha dito isso que O Globo publica hoje. O número de bombeiros é grande por causa das UPAs, que subverteram até a hierarquia na corporação. Por conta das gratificações maiores dadas ao pessoal das UPAs, hoje há oficiais de menor patente ganhando mais que superiores lotados nos quartéis.

Cabral no primeiro ano fez concurso para preencher 5.000 vagas só para a área de saúde do Corpo de Bombeiros. O que O Globo não mostra é que essa opção de usar os bombeiros nas UPAs foi uma idéia de Cabral e Sérgio Côrtes, porque alegavam que o regime militar por ser mais rigoroso evitaria problemas de manifestações de descontentamento, ainda mais em unidades cheias de contratos terceirizados com mil jogadas por trás.

No final o feitiço virou-se contra o feiticeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário