quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Governo do Estado e militares fecham acordo e soldado vai ganhar R$ 1,704 por mês e coronel R$ 10,115 e grevistas são anistiados

Que sirva de exemplo para Policiais e Bombeiros de todo o Brasil,essa é a prova de que juntos somos fortes!!!

Governo do Estado e militares fecham acordo e soldado vai ganhar R$ 1,704 por mês e coronel R$ 10,115 e grevistas são anistiados

O Governo do Estado e os presidentes das Associações dos Militares fecharam na noite de quarta-feira acordo, intermediado pelo presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, desembargador Edvaldo Moura, e os militares paralisados por oito dias voltam ao trabalho na manhã desta quinta-feira.Pelo acordo, o Governo do Estado vai conceder um aumento aos militares e bombeiros variando de 100% a 111% nos próximos quatro anos. O primeiro aumento entrará em vigor a partir de fevereiro de 2012.

Pelo acordo fechado na noite de quinta-feira, o soldado da Polícia Militar vai ganhar R$ 1,704 por mês a partir de fevereiro de 2012 e R$ 3,1 mil mensais em 2015. O soldado ganha hoje R$ 1,4 mil mensais.

O coronel vai ganhar, a partir de fevereiro de 2012, R$ 10,115.mil mensais e R$ 15,099 mil mensais em 2015.O secretário estadual de Administração, Paulo Ivan, informou que o aumento concedido aos militares varia de 100% a 111% nos próximos quatro anos.Segundo ele, de 13 níveis apenas três – major, tenente-coronel e coronel - não tiveram aumento de mais de 100%.

Paulo Ivan informou que o projeto de lei prevendo o aumento será enviado para análise e votação pela Assembleia Legislativa.O líder do Governo na Assembleia Legislativa, Kleber Eulálio, acompanhou a reunião.Pelo acordo, o tiquete-alimentação será aumentado dos atuais R$ 120 mensais para R$ 145 mensais, o que beneficia 13 mil militares, entre ativos e inativos.

Foi fechado acordo prevendo que o Governo do Estado retire o pedido de prisões preventivas de oito dos líderes do movimento Polícia Legal, Tolerância Zero, que estavam tramitando na 9ª Vara Criminal de Teresina e todos os militares que aderiram à paralisação ou lideram o movimento serão anistiados e não terão os dias paralisados descontados.

“Fizemos fizemos um esforço grandioso para atender a Policia Militar de forma diferenciada. Esse é o compromisso que assumi e estou cumprindo por entender que a segurança pública é uma prioridade para os piauienses. Esse é aumento é o máximo que se podia dar dentro dos limites da lei e da disponibilidade orçamentária”, falou o governador Wilson Martins, em Brasília, quando soube do acordo entre militares e o Governo do Estado.

Durante a reunião no Tribunal de Justiça, o presidente da Associação dos Oficiais da Polícia Militar, capitão Evandro Rodrigues, e o vereador R. Silva elogiaram o governador Wilson Martins “por ter concedido o maior aumento da história da Polícia Militar”.O capitão Evandro Rodrigues pediu, na reunião, desculpas ao comandante da Polícia Militar, coronel Rubens Pereira, por alguma expressão mais agressiva usada durante o movimento dos militares.

Representantes de várias associações que representam policiais militares e bombeiros participam do encontro, além dos representantes do governo - os secretários Wilson Brandão, de Governo, e Paulo Ivan da Silva Santos, da Administração, além do comandante geral da PM, coronel Rubens Pereira, e do coordenador estadual de comunicação, Fenelon Rocha. Ainda acompanham a reunião os deputados estaduais Themístocles Filho (PMDB), Firmino Filho (PSDB), Rejane Dias (PT), Kléber Eulálio (PMDB) e Cícero Magalhães (PT) e o vereador de Teresina sargento R. Silva (PP).

Salarios nos Proximos 4 anos (SOMENTE SOLDO)


ANO: 2012 (Fevereiro) – 2013 (Maio) – 2014 (Maio) - 2015 (Maio)

SOLDADO: 1.704,10 - 2.047,63 - 2.450,92 - 3.100,00 = 107%

CABO: 1793,42 – 2.154,69 – 2.578,78 – 3.150,00 = 107%

3º SARGENTO: 1.908,19 – 2.292,89 – 2.744,50 – 3.246,29 = 106%

2º SARGENTO: 2.033,80 – 2.447,51 – 2.933,16 – 3.472,77 = 107%

1º SARGENTO: 2.164,59 – 2.605,80 – 3.123,75 – 3.699,26 = 108%

SUBTENENTE: 2.363,90 – 2.856,34 – 3.434,42 – 4.076,73 = 111%

2º TENENTE: 3.245,74 – 3.897,04 – 4.661,61 – 5.511,14 =106%

1º TENENTE: 3.850,43 – 4.610,04 – 5.501,77 – 6.492,57 = 104%

CAPITÃO: 4.712,46 – 5.658,34 – 6.768,72 – 8.002,47 = 106%

MAJOR: 5.927,30 – 7.018,78 – 8.300,08 – 9.723,76 = 95%

TENENTE CORONEL: 7.671,22 – 8.947,19 – 10.445,08 – 12.109,40 = 85%

CORONEL: 10.115,34 – 11.548,14 – 13.230,13 – 15.099,00 = 70%

Nunca se esqueçam que:

“A UNIÃO DO REBANHO OBRIGA O LEÃO A DEITAR-SE COM FOME”

Nenhum comentário:

Postar um comentário