quinta-feira, 31 de maio de 2012

Ministro promete votação da PEC 300 em 'semana da segurança pública' da Câmara

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, prometeu que as Propostas de Emenda Constitucional (PECs) 300 e 446, que instituem um piso nacional para policiais, bombeiros e demais agentes de Segurança Pública, e outros projetos de sua alçada devem ser votados na Câmara, na mesma semana antes do recesso parlamentar, em junho.

Na "semana da segurança pública", como Cardozo denominou, também devem ser apreciados o projeto de lei que cria o Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisionais e sobre Drogas (Sinesp), para integrar os bancos de dados do governo federal e dos estados com informações sobre segurança pública.

"A ideia do presidente é reservar uma semana com a pauta focada em projetos de segurança pública e agora ficamos de discutir os projetos que integrarão esta pauta", afirma Cardozo.

Fonte: http://www.jb.com.br/informe-jb/noticias/2012/05/30/ministro-promete-votacao-da-pec-300-em-semana-da-seguranca-publica-da-camara/

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Policiais poderão ganhar gratificação por hora extra durante a conferência Rio+20


Ao participar, nesta quarta-feira, de uma reunião na Comissão de Bancos de Horas da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), o coordenador do Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis), coronel Odair de Almeida Lopes Junior, disse que a estreia do Regime Adicional de Serviço (RAS), que dá a servidores da Segurança o direito de ganhar gratificações por horas extras trabalhadas, deverá acontecer na Rio+20, conferência das Nações Unidas sobre desenvolvimento sustentável, em junho. O RAS prevê o pagamento de bonificações entre R$ 112,50 e R$ 375 para turnos de seis, oito ou 12 horas de serviço. Em um mês, será possível ganhar até R$ 3.750 por meio desses trabalhos extras. O valor refere-se a um policial, bombeiro ou inspetor penitenciário que estiver de férias ou de licença especial. Nesse período, ele poderá fazer até 120 horas adicionais de serviço.

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Servidor estadual do Rio: Alerj aprova fundo complementar


A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou, nesta terça-feira, a criação do RJPrev, a previdência complementar do estado. O órgão vai arcar com os benefícios de futuros servidores que ganharem acima do teto do INSS (R$ 3.916,20) e contribuírem para o fundo. Também passou pela Casa o Projeto de Lei 1.485/2012, que determina o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) como base para aumentar 18 mil aposentadorias e pensões do estado criadas após a reforma da Previdência de 2003, sem a paridade.

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Testemunha afirma que bombeiros sequestrados no RJ foram agredidos


Uma testemunha que presenciou o sequestro de bombeiros em Manguinhos, no subúrbio do Rio de Janeiro, na manhã desta quinta-feira (10), afirmou que eles foram agredidos com tapas pelos criminosos. Os bombeiros foram libertados pela Polícia Militar.
“No início, chegaram cinco criminosos, armados com fuzis e pistolas. Depois, vieram outros, a pé, de moto, de tudo que é jeito”, contou a testemunha. “Eles retiraram dois militares do Corpo de Bombeiros de dentro de um Gol cinza. A abordagem foi violenta. Eles falavam muitos palavrões e gritavam: ‘Sai, sai irmão! Perdeu! Perdeu! Perdeu!’ Eles chegaram a agredir os militares com tapas”, contou a testemunha, que pediu para não ser identificada e disse ter visto somente dois bombeiros. A assessoria de comunicação do Corpo de Bombeiros, entretanto, confirmou que três militares foram abordados.
A testemunha contou que o sequestro ocorreu por volta das 9h30. “Eu vi que elementos (criminosos) atravessaram a pista na Avenida Leopoldo Bulhões em direção a um veículo cinza que vinha no sentido contrário ao meu veículo. Eles abordaram o carro”, recorda. “Eles levaram os bombeiros para um beco que dá entrada para a favela. Foi quando eu arranquei com meu carro, e fui acionar a polícia para poder ajudar os bombeiros”, acrescentou.
Ainda de acordo com a testemunha, os bombeiros estavam fardados e um deles seria sargento. “Estava indo fazer meu trabalho e acabei não completando meu serviço, mas, pelo menos, tentei ajudar a vida de dois militares. A gente não pode se calar para essa vagabundagem”, finalizou a testemunha.

Bombeiros passam bem
Os três bombeiros são dos quartéis da Penha, Ilha do Governador e Caju e estavam em Manguinhos fazendo um trabalho de prevenção da dengue. Segundo a assessoria da corporação, eles passam bem.
Na primeira nota enviada às 13h15, o Corpo de Bombeiros informou que os três haviam sido libertados, fizeram contato com seus quartéis e que as circunstâncias da abordagem seriam apuradas internamente. Em nova nota, dessa vez enviada às 13h35, a assessoria informou que os bombeiros não chegaram a ficar detidos nem foram feitos reféns, uma vez que não houve cativeiro.

quarta-feira, 9 de maio de 2012

BOMBEIROS RJ:400 VAGAS PARA SOLDADOS

Quem sonha em ingressar em uma das instituições mais tradicionais e admiradas do Estado do Rio de Janeiro terá boas oportunidades ao longo deste ano. Além do já divulgado concurso para soldado motorista, o Corpo de Bombeiros realizará também seleção para soldado combatente no segundo semestre deste ano, considerado o carro-chefe da corporação.
A confirmação do concurso foi dada pelo comandante-geral do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro e secretário de Defesa Civil, coronel Sérgio Simões, durante o evento Personalidade Cidadania, ocorrido na última quinta-feira, 3.

"Além do concurso para 100 soldados motoristas que estamos abrindo este mês, faremos uma nova seleção para soldado combatente até o final do ano, no segundo semestre, para possivelmente mais de 400 vagas. Provavelmente, esses futuros profissionais serão empossados apenas em 2013", declarou o comandante-geral. O salário inicial atual do cargo é de R$2.736, já acrescidos dos R$350 de gratificação e R$100 de transporte (o mesmo dos soldados motoristas).

O último concurso para soldado combatente, ocorrido em 2008, ofereceu 550 vagas e teve mais de 22 mil aprovados. Vale destacar que sua validade expirará nesta quinta, dia 10. Simões ressalta que os Bombeiros trabalham com bastante incentivos. "Gosto de destacar que, na corporação, há promoção por tempo de serviço. Todos os soldados com mais de 25 anos de carreira serão subtenentes", conta.

Para o coronel Simões, este concurso faz parte de uma reposição necessária. "É um processo natural de renovação de quadros. A gente precisa que, ano a ano, sejam incorporados novos profissionais, para que a corporação, ao longo do tempo, não fique com uma faixa etária muito alta. Na profissão de bombeiro, o vigor da juventude é sempre muito bem-vindo", pontua.

Segundo o diretor-geral de Pessoal da corporação, coronel Gilvan de Castro, os requisitos para participar do novo concurso serão possuir o nível médio completo e carteira nacional de habilitação na categoria B, visto que os soldados combatentes poderão dirigir viaturas de pequeno porte a qualquer momento.


Confirmada prova prática para motorista
Para os futuros candidatos que estão aguardando o concurso de soldado motorista do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) sair, o grande momento está chegando. Segundo o diretor-geral de Pessoal da corporação, coronel Gilvan de Castro, o edital sairá na última semana deste mês ou, no mais tardar, na primeira de junho.

O atraso na assinatura do contrato com a organizadora se deu devido a algumas modificações que foram efetuadas no projeto do edital, o que causou certa confusão e dúvidas por parte das instituições interessadas. No momento, o Corpo de Bombeiros já está recebendo as propostas finais e decidirá nas próximas semanas qual será, efetivamente, a empresa organizadora.

Entre as modificações está o fato de que agora poderá participar da seleção o candidato que possuir a partir da categoria C da carteira nacional de habilitação (CNH), diferentemente do que foi estabelecido anteriormente (categoria D). No entanto, quem tiver a CNH em categorias acima da exigida levará vantagem na pontuação final do processo seletivo, o que poderá ajudar na hora de um desempate.

A outra mudança relevante é que foi decidido que haverá prova prática. O edital para soldado motorista prevê 100 vagas de nível médio, mas a necessidade de pessoal está acima desse número. Segundo o coronel Gilvan, há possibilidade de serem convocados 300 motoristas, mas esta questão ainda está sendo estudada. Neste concurso, não haverá exigência de altura mínima ou idade máxima para poder participar da seleção.

Além disso, as oportunidades serão para homens e mulheres, com salário inicial de R$2.736, já acrescidos dos R$350 de gratificação e R$100 de transporte. O concurso terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período. Os candidatos serão submetidos, durante o processo seletivo, à prova objetiva, ao teste de capacitação física e aos exames de saúde.

terça-feira, 1 de maio de 2012

Policiais militares de folga vão reforçar segurança em escolas do RJ

A partir desta quarta-feira (2) começa o projeto piloto de um novo modelo de policiamento nas escolas da rede estadual do Rio de Janeiro. A Secretaria estadual de Educação vai assinar um convênio com a Secretaria estadual de Segurança Pública para que policiais militares de folga reforcem a segurança nos colégios.Noventa unidades serão beneficiadas, algumas deles com policiamento durante as 24 horas. Elas foram escolhidas de acordo com a área e o pedido dos diretores, conforme mostrou o Bom Dia Rio. Os policiais vão trabalhar fardados e com armas. O objetivo é aumentar a proteção de estudantes e professores, reduzir a ocorrência de bullying e de consumo e venda de drogas no entorno da escola.Os PMs também vão poder ajudar na organização do trânsito no horário de entrada e de saída dos alunos.